Publicado em: sexta-feira, 13/07/2012

Flamengo – Diego nega proposta e clube deve ficar sem camisa 10

O desejo de contar com o meia Diego para vestir a camisa 10 acabou fracassando para o Flamengo. O Wolfsburg, da Alemanha, clube com quem mantém contrato com o jogador brasileiro, informou nesta sexta-feira (13) que não aceitou a proposta feita pelos dirigentes do clube da Gávea.

Por meio da assessoria de imprensa do Flamengo, o diretor de futebol do clube carioca, Zinho, confirmou que a negociação com o meia acabou se encerrando de forma negativa para os rubro-negros. Até o meio de semana o dirigente se mantinha otimista em relação ao desfecho da tentativa de contratar o jogador. No entanto, os altos salários pedidos pelo meia acabaram atrapalhando o retorno do meia.

Zinho já havia admitido que o Flamengo não iria cometer ‘nenhuma loucura’ na tentativa de repatriar Diego. Os salários do camisa 10 giravam em torno de R$ 1 milhão mensais, quase a mesma quantia que o clube não conseguiu honrar durante a passagem de Ronaldinho Gaúcho. Além disso, o clube da Gávea esperava fechar um contrato de empréstimo por um ano, enquanto que o Wolfsburg tentava negociar o atleta em definitivo.

O Flamengo tentava a contratação de Diego para substituir Ronaldinho como novo camisa 10, tanto como referência dentro de campo como um trunfo da presidente Patrícia Amorim, que tenta a reeleição neste segundo semestre. Diego, que defendeu o Atlético de Madrid na última temporada, havia reafirmado seu desejo de voltar ao Brasil, após dez anos atuando na Europa.

Com a negativa de Diego, o Flamengo deve encerrar a sua busca por um camisa 10. O rubro-negro também tentava o argentino Juan Román Riquelme, mas a indecisão do jogador sobre seu próprio futuro (o meia ainda não se decidiu se irá se aposentar ou não) fez com que o desejo dos flamenguistas esfriasse. Dessa maneira, Joel Santana terá para o setor os jovens Adryan, Mattheus e Thomáz.