Publicado em: terça-feira, 05/06/2012

Flamengo cobra satisfação de empresário por negócio de Ronaldinho com o Atlético-MG

O empresário Eduardo Uram foi um dos principais intermediários da ida de Ronaldinho Gaúcho para o Atlético-MG. E essa atitude não repercutiu bem no Flamengo, já que o empresário se reaproximou do clube recentemente.

Uram era considerado ‘persona non grata’ na Gávea desde a chegada de Vanderlei Luxemburgo ao comando da equipe. Mas o empresário tentou uma reaproximação com o negócio de Ibson com o Flamengo.

Quem ficou mais desagradado com toda a situação foi o vice de finanças, Michel Levy. Isso porque na apresentação de Ibson o empresário só permitiu a apresentação do jogador após a assinatura de um documento que obrigaria o Flamengo a pagar R$ 1,9 milhões de comissão pela transferência do jogador do Santos para o Flamengo.

Levy ligou para Uram e perguntou qual era o seu envolvimento no negócio. O empresário negou qualquer participação e irritou ainda mais o dirigente do Flamengo. Resta saber qual a atitude da direção do rubro-negro com mais esse episódio.