Publicado em: sexta-feira, 17/01/2014

Flamengo acerta contratação de meia argentino Lucas Mugni

 Flamengo acerta contratação Na noite da última quinta-feira (16), o Flamengo definiu a contratação do meio-campista argentino, Lucas Mugni, por dois anos (período máximo para atletas estrangeiros), com pré-contrato automático para mais duas temporadas. O jogador assinou o acordo no período da tarde na cidade de Santa Fé, na Argentina, e deve chegar nas próximas horas ao Rio de Janeiro para realizar exames médicos.

Para contar com Mugni, o Flamengo desembolsará o valor de US$ 1,25 milhão (aproximadamente R$ 3 milhões), pelos direitos econômicos do jogador. Além do Rubro-Negro carioca, o Atlético Paranaense e a Fiorentina, da Itália, também estavam de olho na contratação do meio-campista.

Aos 22 anos de idade, Mugni é a sétima contratação do Flamengo para a temporada 2014, a segunda de um estrangeiro, já que o Rubro-Negro já apresentou o zagueiro equatoriano Frickson Erazo, que estava no Barcelona, do Equador. A contratação do argentino veio após um monitoramento feito pela diretoria do clube carioca, que já o acompanhava.
Antes de chegar ao Flamengo, Mugni defendeu o Colón, na última temporada, e disputou 29 partidas no Campeonato Argentino, sendo que 11 delas o meia entrou durante a segunda etapa. Aos 20 anos de idade, o jogador assumiu o posto de camisa dez do ex-clube, no ano passado.
Campeão da Copa do Brasil de 2013 após vencer o Atlético Paranaense, o Flamengo venceu mais uma ‘batalha’ sobre o rival, fora dos gramados. Além do interesse do Furacão sobre Mugni, o Rubro-Negro carioca tirou do time paranaense o lateral direito Léo e o meia Everton, que já havia defendido o clube em 2009.
Fla aproveita número de vagas para estrangeiros e busca reforços na América do Sul
Recentemente, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), aumentou o número de vagas para atletas estrangeiros por clube, de três para cinco. Além de Erazo e Lucas Mugni, o Flamengo já contava com o paraguaio Victor Cáceres. O chileno Marcos González, por sua vez, também possui cidadania brasileira.