Publicado em: segunda-feira, 19/03/2012

Filho de Sérgio Cabral se diz a favor da liberação da maconha

Depois de assumir a presidência da Juventude Nacional do PMDB, Marco Antônio Cabral, filho do governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, declarou ser a favor da descriminalização da maconha e acredita que o assunto deve ser debatido durante reunião do G20, grupo que reúne as 20 economias mais fortes do mundo.

Marco Antônio disse que é a favor da liberação da maconha, mas acredita que isso deva acontecer a um nível global, afirmando que a discussão do assunto apenas dentro do Brasil não deva trazer muitos benefícios para o país. Ele afirmou que a descriminalização da droga é uma tendência no mundo todo e afirmou que o melhor caminho para discutir o assunto de maneira eficiente seria em uma reunião com o G20.

A principal arma do governo de Sérgio Cabral no Rio de Janeiro vem sendo o combate ao tráfico de drogas e também ao crime organizado nas favelas cariocas. Em 2010, durante período eleitoral, o atual governador fluminense afirmou que o assunto caberia a instituições internacionais, como a Organização Mundial de Saúde (OMS) e a Organização das Nações Unidas (ONU).

A cerimônia de posse de Marco Antônio Cabral foi organizada pelo PMDB na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) e teve a participação de aproximadamente 500 pessoas, como líderes do partido, o governador e pais de Marco Antônio, Eduardo Paes, prefeito da capital fluminense e o senador paranaense Roberto Requião. Não foram divulgados os gastos do partido com o evento.