Publicado em: quinta-feira, 27/03/2014

Filho de Renato Russo não autoriza música do pai para vender bebida

Filho de Renato Russo não autoriza música do pai para vender bebidaEntra no ar no dia em que o cantor Renato Russo completaria 54 anos um site oficial dedicado à vida e obra do cantor, músico e compositor. O portal foi elaborado e desenvolvido pelo herdeiro do vocalista da banda Legião Urbana, Giuliano Manfredini, sendo o primeiro site oficial dedicado ao músico. A proposta de Giuliano é conseguir manter viva a obra de Renato Russo, falecido em 1996.

O herdeiro de Renato Russo vem se mostrando como o principal responsável por manter vivo o legado da banda. No ano passado, ele organizou um tributo ao pai, com direito a um holograma do cantor. Ele frisou que não atua como empresário quando realiza estas ações, mas sim como um filho que era apaixonado pelo pai e pela obra que ele realizou. Giuliano contou ainda que se espelha em João Cândido Portinari, responsável por organizar a obra, resgatar a memória e manter vivo o nome, os trabalhos e a importância do que foi feito pelo pai, Cândido Portinari.

Giuliano é hoje quem detém os direitos da marca Legião Urbana e irá administrar o site oficial. Ele é o herdeiro do título, já que a propriedade era de Renato Russo. O uso desta marca já foi pivô de uma briga judicial entre Giuliano e os ex-integrantes da banda, o baterista Marcelo Bonfá e o guitarrista Dado Villa-Lobos. Entretanto, apesar das polêmicas, o herdeiro do músico garante que sempre permitiu o uso cuidados, estudado e seletivo do título pelos músicos.

Ele explicou que não iria, por exemplo, permitir que a marca Legião Urbana, que tem muita força e responsabilidade, fosse usada numa propagando de bebida ou de cigarro, lembrando que se ele não zelasse pela obra do pai, já poderia estar rico, permitindo que as músicas fossem usadas para vender de material de construção à detergentes.