Publicado em: quarta-feira, 29/02/2012

Filho de Murdoch renuncia cargo de presidente na News International

Nesta quarta-feira (29), o filho do magnata Robert Murdoch, de 80 anos, deixou o cargo de presidente da News International, braço direito dos jornais da empresa News Corp. James Murdoch, de 39 anos, filho mais jovem do empresário, foi o principal alvo dos escândalos que envolveram a empresa de seu pai e que causaram o fechamento do jornal. A News Corp afirmou que o executivo deixou o cargo para poder focar suas atenções na televisão. James continuará como diretor de operações vice-chefe da News Corp.

A renúncia de James do cargo da presidência vem após uma série de escândalos envolvendo a companhia. James era visto como o herdeiro de Robert Murdoch e se envolveu em uma polêmica devido às especulações sobre sua suposta participação no caso das escutas telefônicas que abalou o Reino Unido no ano passado.

Escândalo das escutas telefônicas

Devido à polêmica de julho de 2011, o tabloide News of the World deve de fechar suas portas após 168 anos. Além disso, o escândalo provocou a prisão de mais de 10 jornalistas da companhia. Diversos executivos da empresa abandonaram suas funções. A publicação foi substituída pelo atual The Sun on Sunday, que teve recorde de vendas.

O The Sun, outra publicação da companhia, se envolveu em outro escândalo a algumas semanas e teve diversos de seus jornalistas presos com a acusação de suborno a cargos públicos. Os funcionários estão em liberdade condicional. No ano passado, Rupert e James Murdoch tiveram que comparecer ao Parlamento britânico, onde negaram que sabiam da prática ilegal feita pelos funcionários na época.