Publicado em: domingo, 09/11/2014

Figueirense x Chapecoense ao vivo em tempo real

Figueirense x Chapecoense ao vivo em tempo realFigueirense x Chapecoense – Após uma semana de treinos intensos, o técnico Jorginho divulgou a lista de relacionados da Chapecoense para o confronto direto de domingo, contra o Figueirense. A grande novidade é a presença do meio-campo Nenén, que ficou de fora do último confronto contra o Flamengo, por opção do comandante do Verdão do Oeste.

O treinador explicou o motivo pelo qual o atleta ficou de fora na derrota para o clube carioca. “Com todo respeito, o Nenén também entrou contra o Palmeiras e foi 4 a 2 o resultado. Em outros jogos, também não foi bem. Ele está aqui para ser escalado quando puder, quando acharmos que ele tem que entrar. Ele faz parte do grupo, é um bom jogador, nos ajuda como pode”, disse Jorginho.

Na tarde deste sábado, a equipe viajou para Florianópolis, onde enfrentará o Figueirense no domingo, às 17 horas (de Brasília), no estádio Orlando Scarpelli. As duas equipes lutam contra a zona de rebaixamento da Série A do Campeonato Brasileiro.

Confira os atletas relacionados para o confronto de domingo:

Goleiros: Danilo e Nivaldo
Zagueiros: Rafael Lima, Jailton e Douglas Grolli
Laterais: Fabiano, Jussandro e Ednei
Volantes: Abuda, Bruno Silva, Diones, Dedé, Wanderson e Ricardo Conceição
Meias: Zezinho, Júnior TImbó e Nenén
Atacantes: Yuri, Fabinho Alves, Leandro e Tiago Luis

Giovanni Augusto sente dores em treino e acaba vetado pelo Figueirense

Figueirense x Chapecoense ao vivo em tempo real

Na tarde desta sexta-feira, Giovanni Augusto vestiu o uniforme de treinamento, entrou no gramado do Orlando Scarpelli e iniciou o treinamento comandado por Argel Fucks mostrando disposição. Entretanto, após correr por alguns minutos, o meio-campo acusou dores na coxa direita e deixou a atividade. Após passar por avaliações pontuais, o articulador acabou vetado pelo departamento médico e virou desfalque para o duelo contra a Chapecoense, neste domingo.

Giovanni Augusto apresentou um quadro de contratura na coxa direita no último sábado, horas antes de medir forças contra o Sport, e trabalhou durante toda a semana no departamento médico, para poder enfrentar o Verdão do Oeste. Porém, a tentativa de atuar no sacrifício teve um triste desfecho. Mancando e cabisbaixo, o organizador das jogadas alvinegras acabou substituído por Felipe.

Entretanto, não é apenas de más notícias que vive o clube de Florianópolis. O zagueiro Marquinhos teve seu retorno confirmado e atuará ao lado de Thiago Heleno. Por sua vez, o lateral-direito Leandro Silva também recupera a titularidade, na vaga de Jefferson, que será deslocado para o meio-campo, onde atuará como volante.

Antes do camisa 10 deixar a atividade, Argel configurou o Figueirense no esquema 4-4-2, com Tiago Volpi; Leandro Silva, Thiago Heleno, Marquinhos e Cereceda; Dener, Jefferson, Léo Lisboa e Giovanni Augusto; Clayton e Marcão. Porém, Felipe, substituto imediato do principal articulador da representação catarinense, só será titular caso o experiente Marco Antônio não reúna condições de jogo. O atleta, com passagens por Portuguesa e Grêmio, vai realizar testes na manhã deste sábado, para confirmar sua presença dentro das quatro linhas.

O Atlético-PR figura na 14ª posição da elite nacional, com 36 pontos somados, trilhando um retrospecto de dez vitórias, seis empates e 16 derrotas. O desafio diante da Chapecoense ocorre neste domingo, às 17 horas (de Brasília), no Orlando Scarpelli.

Jorginho mantém otimismo e diz que a Chape terá uma guerra no clássico

Figueirense x Chapecoense ao vivo em tempo real

Jorginho procurou manter o otimismo mesmo com a derrota incontestável para o Flamengo por 3 a 0, domingo, no Maracanã, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. O técnico da Chapecoense, porém, entende que sua equipe terá muita dificuldade nas últimas rodadas para evitar o rebaixamento.

O foco do comandante passa a ser o clássico diante do Figueirense, domingo, às 17h, no Orlando Scarpelli. Ele entende que a partida será uma guerra. O rival também luta para permanecer na Série A.

“Quando nós ganhamos um jogo, não podemos achar que tudo está maravilhoso. Por outro lado, uma derrota não serve para dizer que tudo está perdido. Vamos fazer as correções necessárias durante a semana e enfrentar uma guerra diante do Figueirense. Sabemos das nossas condições e onde podemos chegar”, analisou ao Diário Catarinense.

O técnico acredita que um dos pontos cruciais para a equipe confirmar sua permanência na elite do futebol nacional é melhorar seu rendimento nas partidas em casa.

“Nós não conseguimos o resultados há alguns jogos. Infelizmente não conseguimos bons resultados quando atuamos fora de casa contra Atlético-MG e Flamengo. Precisamos melhorar essa situação. A nossa sorte é que nossos adversários vivem a mesma situação. Algumas pessoas achavam maravilhoso quando ganhávamos um ou outro jogo. Porém, eu sempre falei que teríamos dificuldade até o fim da competição”, acrescentou.

Em relação ao jogo de domingo, Jorginho lamentou que a equipe tenha cometido muitos erros. Ele lamentou que a semana de treinos não surtiu o efeito desejado.

“O nosso time estava bem, mas tomamos um gol e nos perdemos. Na segunda etapa faltou tudo e mais um pouco para nós. Tivemos uma semana para descansar, treinamos forte, mas não conseguimos jogar. Pagamos por nossos erros”, encerrou.