Publicado em: sexta-feira, 21/10/2011

Fifa indica saída de Orlando Silva

A Fifa deu indícios de que Orlando Silva não deverá permanecer no Ministério dos Esportes. Na sexta-feira (21), a cúpula da entidade que rege o futebol internacional concedeu uma entrevista coletiva, onde foi adiantado que haverá uma reunião entre o governo brasileiro e a entidade para tratar assuntos referentes à Copa do Mundo.

O secretário-geral da Fifa, Jerôme Valcke afirmou que espera que em breve a presidente Dilma Rousseff encontre um novo interlocutor para as conversas entre a Fifa e o governo, indicando que Orlando Silva, que até então vinha participando das reuniões, não deverá mais participar dos encontros.

Valcke e o presidente da Fifa informaram que estarão no Brasil em novembro, para debater com representantes do governo federal a Lei Geral da Copa de 2014, tema sobre o Mundial em que as duas partes ainda não chegaram a um acordo.

Orlando Silva foi acusado por um policial militar, que preside uma organização não-governamental, de ter desviado recurso do projeto Segundo Tempo, do Ministério dos Esportes. Na sexta-feira, o jornal ‘O Estado de São Paulo’ publicou uma reportagem em que afirma que Orlando está de saída da pasta, mas deixando o comando do Ministério nas mãos do partido do qual é filiado, o PCdoB.