Publicado em: sexta-feira, 20/06/2014

Fifa gastou US$ 27 mi no filme “United Passions”

Fifa gastou US$ 27 mi no filme “United Passions”O longa-metragem “United Passions” conta a trajetória da Fifa e retrata o presidente do órgão, Sepp Blatter, como herói. O valor da produção foi de US$ 32 milhões. No elenco estão atores como Gerard Depardieu, Tim Roth e Sam Neill. O único país divulgado onde filme será lançado é a Sérvia. Mas a Fifa garante que irá passar por várias nações, incluindo a Rússia. O papel de Blatter foi interpretado pelo inglês Tim Roth.

O ator aparece também nos filmes “Pulp Fiction: Tempos de Violência” e “Cães de Aluguel”.

O filme “United Passions” retrata o crescimento da Fifa desde que foi criada por um grupo de pessoas na cidade de Paris, no ano de 1904. Desde então, passou a ser responsável por uma indústria bilionária, que é futebol.

Enquanto Sepp Blatter é interpretado por Tim Roth, o presidente Jules Rimet é papel do ator francês, Gerard Depardieu. Romet criou a Copa do Mundo, no ano de 1930. Dos US$ 32 milhões gastos no filme, a Fifa desembolsou US$ 27 milhões. A Fifa declarou que o longa é agradável e autocrítico porque fala sobre os esforços no combate a corrupção.

Uma das polêmicas envolvendo o filme é de que Blatter teria exigido que o roteiro fosse alterado. Além disso, há quem diga que o longa não passa de um projeto vaidoso. O valor de US$ 32 milhões é equivalente ao financiamento de um ano do “Goal”, programa da Fifa em apoio ao futebol em países pobres. O filme estreou em maio no Festival de Cinema de Cannes.

A Fifa foi acusada de praticar suborno na escolha do Catar como sede da Copa do Mundo no ano de 2022. Blatter diz que isso não passa de racismo da mídia britânica. Por isso, o presidente da Associação de Futebol da Inglaterra, Greg Dyke, pediu a renúncia de Blatter, que está no cargo desde 1998.

Atualmente, a Fifa empresta o nome a figurinhas de futebol, jogos de computador e artigos esportivos. O trailer de “United Passions” já foi visto mais de 57 mil vezes no canal YouTube.