Publicado em: quinta-feira, 29/03/2012

Fifa aumenta pressão ao Brasil e obras da Copa devem ficar mais caras

Na última quarta-feira (28), houve uma reunião em Zurique, na Suíça, entre o Comitê Organizador Local para a Copa do Mundo no Brasil e a Fifa. Mas o saldo para o país que vai sediar a Copa em 2014 não foi positivo.

Isso porque a entidade máxima do futebol mundial cobrou do COL brasileiro maior empenho nas obras para a Copa e, com isso, o gasto final envolvendo o evento deve ficar bem maior do que já é.

Como a Copa das Confederações já acontece em 2013, o Brasil terá que acelerar as obras de infraestrutura na cidades e as obras nos estádios que receberão o evento teste para a Copa do Mundo.

Mas a maior preocupação da Fifa com a Copa das Confederações é de que os estádios não fiquem prontos no prazo. O Maracanã, por exemplo, está previsto para ser entregue em fevereiro de 2013, mas na atual situação talvez o prazo não seja cumprido se uma injeção de dinheiro, provavelmente pública, não for feita para acelerar as obras.