Publicado em: quarta-feira, 28/03/2012

Fidel Castro se reunirá com papa Bento XVI

Nesta quarta-feira (28), o Papa Bento XVI realizou uma missa na famosa Praça da Revolução Cubana. Hoje, o Pontífice também irá se encontrar com o ex-presidente do país, Fidel Castro. O próprio Fidel fez o anúncio na noite de terça-feira em uma publicação de “Reflexiones”. O ex-presidente cubano afirmou que irá se encontrar “com muito prazer” com Bento XVI, porém não disse onde nem quando o encontro irá acontecer.

Depois de 14 anos que recebeu o papa João Paulo II, em 1998, Fidel Castro, de 85 anos, irá receber em seu país outro líder máximo da Igreja Católica. Hoje é o último dia da visita de Bento XVI a Cuba. A Praça da Revolução Cubana de Havana, onde aconteceu a missa, foi escolhida também por João Paulo II quando esteve na ilha. Quando chegou ao país, na segunda-feira, o papa Bento XVI celebrou uma missa em Santiago.

Missa papal

A plataforma onde foi realizada a missa foi desenvolvida pelo Arcebispo de Havana, e possui capacidade para 200 pessoas. Um coro composto por mais de 200 acompanhou toda a celebração, entoando um repertório diversificado que incluiu músicas de César Franck, Mozart, Haendel e cantos cubanos. O papa foi recebido por milhares de pessoas, sob um radiante sol, para a missa pública.

O Pontífice deve deixar Cuba às 16h30 (18h30 no horário de Brasília). Antes, Bento XVI irá se despedir dos fiéis realizando um trajeto com o papamóvel partindo de Havana com destino ao aeroporto internacional José Martí. O Pontífice irá fazer um discurso no aeroporto encerrando sua visita ao país. A viagem do papa começou no dia 23 de março, no México. Em sete anos como papa, Bento XVI já realizou, contando com esta, 23 viagens internacionais.