Publicado em: quarta-feira, 10/07/2013

Ferramentas reinventam maneiras de fotografar

Ferramentas reinventam maneiras de fotografarMichael Wolf, fotógrafo alemão que morava em Hong Kong e mudou para a França, mais precisamente, para a cidade luz, Paris e lá ele sentiu-se infeliz, depois de 16 anos em continente asiático para ele fotografar a capital francesa era o que tinha de mais tedioso.

Fotografando sempre clichês o fotógrafo resolveu criar outras formas de olhar para Paris e desenvolveu um processo onde basicamente é realizado recapturando telas do site gigante de buscas, o Google, o Google Street View, câmera fotográfica e tripé.

Wolf usava as fotografias feitas a partir de seu monitor de televisão onde Paris era mostrada através do Google Street View, o alemão cortava as fotos, reinterpretando as imagens e também cenas que são cotidianas e que foram captadas friamente pelas câmeras dos carros do Google. Assim, ele criou uma forma de recriar os retratos das ruas.

As fotos de Wolf flagram desde uma mulher fazendo xixi na rua, ao lado de um carro até um furgão em chamas, aparece também uma senhora que levou um tombo. Estas imagens deram a Wolf uma menção honrosa em 2011 vindo do World Press Photo, que é considerado o maior prêmio do fotojornalismo no mundo.

A obra de Wolf “A Series of Unfortunate Events”, Uma Série de Eventos Infelizes provocaram polemica entre os conservadores do mundo da fotografia e os que olham como a descoberta de uma visão e um mundo que ainda não havia sido explorado.

A invenção agora já é parte de um grupo formado por artistas com ainda nova abordagem criando outras figuras, chamada agora de pós-fotografia, concentrada na edição e reinterpretação além de enfatizar o remix das imagens que já estavam soltas pela internet.

A nova temática batizada de pós-fotografia, provocou discussões a respeito da autoria das imagens, inclusive aquelas que são compartilhados na web. Muitos criticam e não consideram como trabalhos de cunho fotográfico ou arte apenas reproduções de telas de computadores.