Publicado em: quarta-feira, 21/11/2012

Fernandão chora na coletiva da demissão do Internacional

Fernandão chora na coletiva da demissão do InternacionalUm dos maiores ídolos da história recente do Internacional, o ex- jogador Fernandão, se despediu oficialmente do clube na última terça-feira (20) após ser demitido oficialmente do comando do Colorado. Durante a entrevista coletiva na qual se despediu do clube, o capitão dos títulos da Copa Libertadores da América e do Mundial de clubes de 2006 disse que realmente teve problemas de relacionamento com alguns jogadores do time.

Entretanto, Fernandão não quis ser específico e não citou nenhum fato nem incidente que contribui para a sua demissão do comando da equipe. Segundo ele, é a própria direção do Internacional quem deve dar tais explicações para a imprensa e para torcida. Bastante emocionado, Fernadão chegou a chorar por alguns minutos durante a coletiva.

Segundo o ex-treinador do Internacional, a diretoria do clube achou melhor mudar o comando no final da temporada e todos os motivos foram colocados na mesa pelo vice-presidente de futebol do clube, Luciano Davi. Fernandão disse ainda que o dirigente foi muito sincero e convincente nas suas palavras e de agora em diante espera que essa decisão tenha sido o melhor caminho para o Internacional voltar a disputar grandes títulos.

Internamente pouco se sabe o que aconteceu com Fernandão no Internacional. Os únicos incidentes públicos no qual o ex-treinador ficou envolvido foram após uma derrota para o Sport, no qual ele afirmou que os atletas estavam em uma zona de conforto e pouca vontade de vencer, e no último final de semana, na derrota para o Corinthians, quando Fernandão disse que o zagueiro Bolívar se recusou a ficar no banco.