Publicado em: sexta-feira, 26/07/2013

Fantástico investe em quadro com pegadinha politicamente correta

Fantástico investe em quadro com pegadinha politicamente corretaNo último domingo (22), o programa da Rede Globo Fantástico estreou um novo quadro, o “Vai Fazer O Que?”. A novidade é um projeto já usado pela ABC rede americana. Ana Paula Araújo explicou na abertura que o Ernesto Paglia, repórter, conduziu uma sequencia de experiências para tentar descobrir qual seria a reação das pessoas diante de algumas situações complicadas ou polêmicas.

Depois de registrada a reação do espectador, ele é informado de que a experiência que acabou de viver era uma pegadinha. A expressão não foi usada pelo programa, mas segue o mesmo modelo das armações de brincadeira em programas de humor, mas com o tom mais sério. A primeira séria mostra o caso em que três jovens, com boa aparência e roupas de marca, abordam um morador de rua, tentando expulsá-lo da praça na base de ofensas e xingamentos. Todos eram atores e estavam sendo acompanhados de perto por câmeras escondidas.

O repórter explica então ao público que cenas como esta acontecem em vários lugares, todos os dias. Sempre que alguém se expunha e tentava intervir na situação, o repórter se revelada e explicava a armação. Muita gente realmente ficou abalada com a encenação, afirmando ter ficado muito nervoso e até tremendo. Alguns participantes lembraram que o morador de rua também é um ser humano que merece respeito e se indignou com a falta de atitude de outras pessoas.

Mais ao final do quadro, uma pessoa se aproximou entregou para o falso morador de rua uma marmita. Ao ser abordado pelas câmeras, ele revelou que sempre faz isso quando pode. O ator que vivia o morador de rua destacou que este foi o momento mais emocionante que já viveu até hoje com sua interpretação. Ao final, o apresentador Zeca Camargo frisa a proposta do quadro, mostrar pessoas que diante de uma situação polêmica, expressou sua indignação e tomaram uma atitude.