Publicado em: sexta-feira, 24/01/2014

Falcão Garcia sofre grave lesão e está fora da Copa do Mundo de 2014

Falcão Garcia sofre grave lesãoEm lance do jogo do Mônaco com o Chasselay, pela Copa da França, o atacante Radamel Falcão Garcia teve um rompimento no ligamento anterior cruzado do joelho esquerdo, e com isso, ficará de fora da Copa do Mundo do Brasil, de 2014. A informação foi confirmada pelo médico português José Carlos Noronha, que acompanhou o colombiano na cidade do Porto para verificar a gravidade da lesão.

De acordo com o médico, Falcão Garcia voltará no mínimo em seis meses. O Mônaco confirmou a notícia através de nota oficial, mas preferiu não dar um prazo para a recuperação do atleta. O clube francês prometeu apenas o máximo esforço para que o jogador retorne o quanto antes aos gramados.

Antes de se lesionar, Falcão Garcia marcou o primeiro gol do Mônaco na vitória por 3 a 0 sobre o Chasselay, equipe que atua na Quarta Divisão do futebol francês, aos 41 minutos da etapa inicial. Depois, o centroavante foi atingido pelo zagueiro Soner Ertek, dentro da área, em lance que o árbitro Philippe Kalt sequer marcou pênalti. O defensor, inclusive, foi ameaçado por colombianos nas redes sociais.

Revelado pelo River Plate, da Argentina, Falcão Garcia chamou a atenção de clubes europeus e se transferiu para o Porto, de Portugal, para disputar a temporada 2009/10. No ano seguinte, foi campeão da Liga Europa, antes de deixar o clube rumo ao Atlético de Madrid, da Espanha. No clube espanhol, conquistou o bicampeonato da Liga Europa em 2011/12, a Supercopa da Uefa em 2012, e a Copa do Rei, em 2012/13.

Centroavante se destacou na campanha da Colômbia nas Eliminatórias para o Mundial

Vendido para o Mônaco no ano passado por 60 milhões de euros, Falcão Garcia também foi peça importante da Seleção da Colômbia, que garantiu classificação para a Copa do Mundo de 2014, através das Eliminatórias Sul-Americanas. O atacante foi o terceiro maior goleador da competição com nove gols marcados, atrás apenas do argentino Lionel Messi, autor de 10 gols; e do uruguaio Luis Suárez, que balançou as redes 11 vezes.