Publicado em: sexta-feira, 25/04/2014

Fafá de Belém critica magreza da filha Mariana

Fafá de Belém critica magreza da filha MarianaMariana Belém está mais magra e conta que a mãe, a cantora Fafá de Belém, tem chamado a atenção da filha quanto à balança. A jovem afirma que vem sendo chamada de nariguda e dentuça em casa. Isso porque perdeu cerca de 20 quilos.

Mas, Mariana está abaixo do peso. Apesar disso, diz que está muito satisfeita com o corpo. Ela decidiu perder peso para ter mais saúde. Ela participou do programa Fama, exibido pela Rede Globo, no ano de 2004. A filha da cantora conta que tem o perfil de mulher com bumbum e pernas grossas.

Ela diz que gosta bastante de comer e diz que é mais fácil equilibrar a alimentação para manter o peso normal do que o de uma pessoa muito magra. Se fica muito abaixo do peso, fica na paranoia de que não pode comer. O desejo dela é não fazer restrições alimentares e abusar das guloseimas em um dia da semana.

Para chegar no peso ideal, ela vai poder comer um pouco mais. Atualmente, Mariana está com 62,5 quilos. Ela segue um método chamado Ravenna e na fase em que se encontra, pode começar a introduzir alimentos que deixou de comer quando entrou de vez na dieta. Mas isso só será possível se ela conseguir chegar no final de abriu sem engordar.

Durante o processo de emagrecimento, a cantora postou várias fotos nas redes sociais para mostrar o novo corpo. O objetivo dela sempre foi voltar a usar um jeans que ela usava quando conheceu o marido. Em três meses de dieta, ela perdeu 15 quilos.

Além da alimentação, Mariana focou nos exercícios funcionais. A dieta Ravenna foi criada por um médico argentino, nos anos de 1990. O tratamento integra orientações médicas, de nutricionistas, educadores físicos e terapeutas também. A alimentação contém pouquíssimas calorias, métodos para controlar a compulsão por comida, além de exercícios físicos.

A dieta é dividida em duas fase, primeiro é o emagrecimento com restrição alimentar. Depois, a manutenção quando os alimentos são reintroduzidos. Os três primeiros dias costumam ser difíceis. As orientações são personalizadas e a dieta varia de 800 a 1200 calorias.