Publicado em: quinta-feira, 29/12/2011

Faculdade particulares ameaçam diminuir número de ofertas pelo Fies

As universidade da rede particular que participam do Programa de Financiamento Estudantil (Fies), do Ministério da Educação, estão ameaçando reduzir o número de estudantes beneficiados caso o valor de R$ 500 milhões atrasados não sejam pagos no próximo ano. O valor é referente as matrículas realizadas através do programa nos últimos dois anos.

De acordo com a Federação Nacional das Escolas Particulares (Fenep), o problema vem sendo enfrentando desde o ano de 2010 quando o fies passou por melhorias em sua ampliação e o dinheiro administrado pela Caixa Econômica federal passou para o Ministério.

Em 2010, cerca de 224 mil estudantes estavam matriculados em cursos de educação superior através do Fies. Neste ano, outro 150 alunos passaram a integrar o programa.

Na avaliação da Fenep, um dos principais problemas é causado pelas próprias instigues de ensino que ainda não se acostumaram com o programa e por isso estão sentindo falta dos valores depositados pelas matrículas. O MEC ainda não se pronunciou sobre o problema.