Publicado em: quinta-feira, 08/12/2011

Facebook – Índia pede que rede social censure conteúdo de usuários

O governo da Índia pediu às empresas de internet e sites de mídia sociais, principalmente o Facebook, que removam conteúdos depreciativos, inflamatórios ou difamatórios produzidos pelos usuários antes que eles sejam publicados online.

Executivos das unidades indianas do Google, Microsoft, Yahoo e Facebook se encontraram com Kapil Sibal, o ministro indiano de Telecomunicações, para discutir o assunto. Os executivos solicitaram que não fossem identificados, por ainda não estarem autorizados a falar com a imprensa.

Dado o volume de conteúdo gerado pelos usuários na Índia, os executivos avisaram a Sibal que o pedido do governo indiano é impossível e eles não poderiam ser responsabilizados por determinar o que é ou não depreciativo.

“Se há uma lei e uma ordem judicial, podemos ver o que fazemos”, afirmou um executivo de uma das empresas que participou da reunião. “Mas essas empresas não podem decidir se algo é legal para ser postado”, explicou.