Publicado em: sábado, 07/01/2012

Facebook: grupo solicita que entidade investigue termos de privacidade

O grupo de segurança de dados, Eletrônicas Epic, enviou uma carta para a Federal Trade Commission (FTC) dos Estados Unidos solicitando a investigação do novo perfil da rede social Facebook, a Timeline. O grupo pede que a entidade verifique se a nova página está de acordo com os termos de privacidade exigidos.

A Federal Trade Comission (FTC) é uma agência independente do governo dos Estados Unidos que pretende proteger os direitos do consumidor. A rede social de Mark Zuckerberg informou que fez um acordo com a agência no mês de novembro, afirmando que algumas práticas de privacidade iriam ser alteradas, como a forma como o perfil é mostrado para as pessoas que visitam cada página.

Um processo aberto contra o Facebook acusa-o de ter iludido os usuários da rede social quanto à privacidade de suas informações na web. A carta enviada pelo Epic afirma que com a Timeline o usuário não possui controle sobre seus dados e que o Facebook possui todas as informações arquivadas sem o acordo do consumidor.

Com o novo perfil da rede social, a vida da pessoa está dividida em anos, sendo que em casa parte é permitido visualizar os acontecimentos mais importantes de cada perfil. O grupo diz que o acordo determina que o Facebook avise aos usuários sobre todas as mudanças de privacidade.