Publicado em: quarta-feira, 04/01/2012

Facebook: estudo aponta que a rede é causa de 33% dos divórcios no Reino Unido

O Facebook tem se mostrado um dos maiores pivôs de divórcio nos dias de hoje. A rede social foi citada como um dos motivos, quando não o único, para separação em um a cada três processos no Reino Unido em 2011.

Uma empresa de advocacia conduziu um estudo junto a seus 5 mil clientes e descobriu que nos últimos dois anos, as ações que mencionam o Facebook no caso, apresentaram um crescimento de quase 50%. “Se alguém quer ter um caso ou um flerte com alguém do sexo oposto, então uma rede social é o melhor lugar para fazer isso”, explicou o porta-voz da empresa, Mark Keenan.

A empresa especializada em divórcios observou que a lista de principais reclamações começa com mensagens inapropriadas enviadas para pessoas do sexo oposto. O segundo item corresponde a mensagens ofensivas que parceiros separados escrevem sobre o outro.

A pesquisa ainda apurou que o Twitter foi mencionado em apenas 20, dos 5 mil processos analisados. “As pessoas precisam ter cuidado com o que postam em seus murais, pois estes posts estão sendo usados, em corte, como evidência em disputas financeiras e de guarda de filhos”, informa Keenan.