Publicado em: sábado, 17/12/2011

Facebook e Greenpeace formam parceria para incentivar uso de energia renovável

Nesta última semana o Greenpeace declarou vitória sobre o Facebook na campanha ‘Unfriend Coal’. A campanha vinha sendo travada contra a companhia, pressionando para que ela se tornasse mais sustentável. A inciativa chegou a atrair cerca de 700 mil apoiadores, batendo o recorde de 80 mil comentários em um único dia. Até o Facebook se render e afirmar irá colaborar mutuamente para incentivar as energias renováveis.

Ano passado a rede social abriu um centro de processamento de dados no estado de Oregon, que utiliza as noites frias e o ar seco da região para reduzir o consumo de refrigeração e economizar. A empresa também recebeu incentivos ficais substanciais para criar empregos na região. Entretanto, o Greenpeace criticou o Facebook por contratar uma empresa de energia que gera eletricidade a partir do carvão.

Foi por isso que o grupo começou uma campanha para que o Facebook começasse a usar energia renovável para alimentar o data center. A empresa afirmou que irá trabalhar em conjunto com o grupo ambiental para promover o uso de energia limpa e renovável, além de incentivar outras empresas que façam o mesmo.

Outra empresa que se envolveu com a questão da energia renovável foi o Google. O líder de buscas na internet tem tentado provar que o seu modelo de operações não prejudica o meio ambiente, divulgando recentemente a quantidade de eletricidade que consome. O Google afirma ter investido US$ 1 bilhão em projetos de energia renovável.