Publicado em: quinta-feira, 08/12/2011

Facebook afirma ter corrigido falha de segurança na visualização de fotos

O Facebook informou na quarta-feira (7) ter resolvido uma falha de segurança que permitia ver fotos privadas dos usuários, sendo que o erro foi comprovado com a invasão aos álbuns privados do fundador da rede social, Mark Zuckerberg. Supostos hackers conseguiram ver as fotos privadas com uma anomalia da função de reportar imagens “inapropriadas”, aquelas que vão contra as políticas de uso da rede social. Ao denunciar uma foto de um usuário, o Facebook perguntava se existiam outras inadequadas e facilitava o acesso.

Em comunicado oficial, o Facebook declarou “descobrimos uma falha em um de nossos fluxos de relatórios, que permite às pessoas denunciar casos múltiplos de conteúdo inadequado ao mesmo tempo”, disse o Facebook em comunicado. A falha permitia a qualquer usuário ver um número limitado de fotos mais recentes de outro usuário, independentemente da configuração da privacidade dessas fotos. Ao descobrir o erro, imediatamente inabilitamos o sistema, e apenas o colocaremos em funcionamento novamente uma vez que possamos confirmar que o erro foi corrigido”.

A falha foi apontada por um hacker que roubou as imagens dos álbuns de Zuckerberg e as postou em um site de armazenamento. Junto com as fotos, o internauta publicou a mensagem: “é hora do Facebook consertar os defeitos de segurança”.

Algumas das fotos já haviam sido publicadas antes, mas o hacker afirmou que conseguiu as imagens da página de Zuckerberg. Na semana passada, o Facebook assinou um contrato com a Comissão Federal de Comércio (FTC) assumindo a responsabilidade de reforçar a proteção à segurança das informações dos seus usuários.