Publicado em: quarta-feira, 27/07/2011

Fabricante do BlackBerry anuncia corte de 2 mil funcionários

Empresa responsável pela fabricação do BlackBerry, a Research In Motion (RIM), anunciou que vai cortar 11% do total dos seus funcionários, o que representa dois mil funcionários que vão ficar desempregados. Com isso, a empresa vai passar a contar com 17 mil profissionais no se quadro de funcionários. Enquanto a empresa saiu como pioneira dos modelos smartphones, agora a concorrência com nomes como a Apple e o Google reduziu a demanda pelos produtos da sua marca.

Ao mesmo tempo em que reduz a sua participação global, a RIM também anunciou que vai investir 23 milhões na Argentina para que seja autorizada a produzir seus produtos no país. Esse é um reflexo da política de redução das importações, a qual tem como objetivo aumentar o investimento de capital estrangeiro para o desenvolvimento do país. Com relação à RIM, por enquanto a política parece estar dando certo. A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, foi informada que a RIM pretende se instalar na zona franca de Tierra del Fuego.

Além da redução do número de funcionários da empresa, um dos principais executivos da RIM vai sair do seu cargo. No primeiro momento, Don Morrison saiu em licença médica no mês de julho, mas agora anunciou que vai se aposentar. Morrison completou dez anos de atuação na empresa.

Com a queda nos lucros da empresa, outros executivos deixaram a RIM, que precisa focar seus investimentos em estratégias que vão recuperar sua presença no mercado a longo prazo. O valor das ações da empresa está quase no menor já registrado pela RIM.