Publicado em: sexta-feira, 25/04/2014

Ex-treinador do Barcelona em 2013, morre depois de lutar contra o câncer

Ex-treinador do Barcelona em 2013, morre depois de lutar contra o câncerEm luta contra o câncer na glândula parótida desde 2011, o técnico Tito Vilanova, que dirigiu o Barcelona, da Espanha, até julho do ano passado, faleceu nesta sexta-feira (25). O treinador foi submetido a uma cirurgia às pressas na última quinta-feira (24), mas o estado de saúde piorou e o espanhol não resistiu.

Na manhã da última quinta-feira, Tito Vilanova foi internado no hospital Quirón, em Barcelona, com complicações gástricas decorrentes do tumor na glândula parótida. No meio do ano passado, o treinador tinha deixado o comando do Barça para se dedicar exclusivamente ao tratamento contra a doença.

Em nota oficial, o Barcelona confirmou a morte de Tito e informou que haverá um espaço no Estádio Camp Nou nesta sexta-feira, para que os torcedores possam homenageá-lo. O clube lamentou o falecimento do treinador e prestou condolências à família. O presidente do time catalão, Josep María Bartolomeu elogiou o profissional e disse que ele era uma ‘referência como pessoa e dentro do meio futebolístico’.

Após a saída de Pep Guardiola do comando da equipe em abril de 2012, Tito assumiu o comando do Barcelona e dirigiu o time até dezembro do mesmo ano, quando se afastou por causa do tratamento contra o câncer. O retorno ao comando da equipe veio em março do ano seguinte, entretanto, em julho, o técnico voltou a se afastar. Seu substituto foi o argentino Tata Martino, que está no comando até hoje.

Espanhol teve destaque no comando técnico do Barcelona após saída de Guardiola

No período em que comandou o Barcelona, Tito Vilanova se destacou na temporada 2012/13, quando levou o clube ao título da Liga Espanhola, com 100 pontos conquistados, igualando o recorde do rival Real Madrid, na temporada anterior. Antes deste período, o comandante trabalhou como auxiliar-técnico de Guardiola, entre os anos de 2008 e 2012.