Publicado em: segunda-feira, 02/07/2012

Eurocopa – Espanha goleia e reafirma soberania

A Espanha assegurou o seu domínio no futebol mundial no momento. A ‘Fúria’ venceu a Itália, no último domingo (1º) , por 4 a 0 e conquistou o título da Eurocopa 2012. Os espanhóis se transformaram nos primeiros bicampeões europeus, além de ter a conquista de um Mundial no intervalo entre os dois títulos continentais.

Em 2008, 2010 e agora em 2012 a Espanha levantou as taças mais importantes em disputa (Euro, Copa do Mundo e novamente Euro) e desta maneira consagra uma geração de jogadores como Casillas, Xabi Alonso, e sobretudo, Xavi e Iniesta, além do próprio técnico Vicente Del Bosque. O estilo do jogo da seleção espanhola, valorizando a posse de bola e os toques curtos, também passam a ser consagrados após mais uma conquista.

Na decisão realizada em Kiev, Ucrânia, a Espanha impôs seu ritmo de jogo já nos primeiros minutos, com David Silva abrindo o placar, após uma perfeita triangulação e passe de Xavi. A Itália reagiu e partiu em busca do empate. Porém, em contra-ataque, Jordi Alba, após mais um passe de Xavi, ampliou. Na volta do intervalo, as coisas pioraram para a Itália. O técnico Cesare Prandelli fez a última substituição colocando Thiago Motta. Porém, o volante brasileiro naturalizado italiano acabou sentido um lesão minutos depois, obrigando a ‘Azzurra’ a jogar com um a menos.

Superior no placar e no número de jogadores, a ampliação do placar passou a ser questão de tempo para a Espanha. E os dois últimos gols foram marcado com Fernando Torres (que se juntou A extensa lista de artilheiros desta Euro, com três gols marcados) e Mata, este já quando a partida se encaminhava para o final.

Para a Itália, resta o consolo de ter chegado à final após um período conturbado. Saído de uma eliminação na primeira fase da Copa do Mundo, os italianos ainda se viram envolvidos em mais um escândalo de manipulação de resultados, incluindo jogadores, técnicos e equipes de várias divisões do campeonato nacional. Sob o comando de Cesare Prandelli, a ‘Azzurra’ renasceu com um estilo de jogo mais ofensivo, e com jogadores como Cassano, Montolivo e principalmente Balotelli. Os italianos ainda asseguraram uma vaga na Copa das Confederações no ano que vem, no Brasil.