Publicado em: sábado, 31/03/2012

EUA deve aumentar taxa de visto para não imigrantes

Através do Consulado Geral, em São Paulo, o Departamento de Estado norte-americano informou ontem, sexta feira (30), que as taxas de pagamento para retirada de vistos para entrada nos Estados Unidos deverão subir no próximo dia 13 de abril. A exceção serão os vistos de imigrantes, onde os valores sofrerão uma diminuição.

O órgão ainda explica que a cobrança se deve para custear os valores do processamento da documentação, sendo que as taxas atuais não estão mais sendo o suficiente para cobrir o custo real do trâmite de vistos para os não imigrantes.

Os vistos mais simples, como por exemplo, o de turismo, negócios, estudante e jornalista, sofrerão pouco aumento. Enquanto no caso de visto para imigração, a taxa mais cara, no valor de U$$ 720, cairá para US$ 405.

Alterações de valor

No caso dos não imigrantes, o visto para turismo, negócios, trânsito, membro de equipe, estudante, visitante em intercâmbio e jornalista, a taxa passou de US$ 140 para US$ 160. Os vistos do tipo H, L, O, P, Q e R, o valor passou de US$ 150 para US$ 190. Para investidos, o visto tipo E, subiu de US$ 270 para US$ 390. Em caso de noivo ou noiva, visto tipo K, de US$ 240 para US$ 350.

O visto para cartão para cruzar fronteira, para maiores de 15 anos passou de US$ 140 para US$ 160. O mesmo visto, para menores de 15 anos, a diferença foi pouca: de US$ 14 para US$ 15.

No caso dos vistos para imigrantes, os valores diminuíram. No caso do familiar direto e aplicações de preferência familiar, passou de US$ 330 para US$ 230. Para trabalho, de US$ 720 para US$ 405. O visto para imigrantes no caso de outras aplicações, caiu de US$ 305 para US$ 220. Para o programa de visto de diversidade, diminui de US$ 40 para US$ 380.