Publicado em: sexta-feira, 20/01/2012

EUA derrubam Megaupload e fundador do site vai preso

Autoridades dos Estados Unidos derrubaram um dos sites mais famosos de download, o Megaupload.com, na quinta-feira (19), além de ter o fundador da empresa, Kim Schmitz, natural da Alemanha, preso na Nova Zelândia nesta sexta-feira (20). Ao lado de Schmitz foram presos outros três funcionários do site, sendo que todos eles estavam na cidade de Auckland. Outros dois dos detidos também são alemães, enquanto o último é de nacionalidade holandesa.

Os promotores acusam o Megaupload.com de promover a pirataria online de filmes e músicas, sendo que o valor avaliado do prejuízo com os conteúdos distribuídos gratuitamente chega a US$ 500 milhões. Por mais que os quatro funcionários do site tenham sido encontrados na Nova Zelândia, o pedido de prisão foi emitido pela justiça dos Estados Unidos. Em resposta às acusações que vem enfrentando, o Megaupload.com defende que a maior parte dos seus usuários não infringe a lei.

De acordo com informações providenciadas pelo próprio Megaupload.com, o site conta com 150 milhões de usuários cadastrados e 50 milhões de visitas diárias. Ao derrubarem o site do ar, autoridades norte-americanas declararam que o Megaupload.com é “uma organização delitiva responsável por uma enorme rede de pirataria virtual mundial”.

Além de terem sido presos e de o site ter sido removido da internet, a polícia da Nova Zelândia confiscou, tanto dos detidos quanto da empresa, bens avaliados em US$4,8 milhões. Junto a esse valor, também foram confiscados US$8 milhões depositados em contas abertas em bancos da Nova Zelândia.