Publicado em: quinta-feira, 11/08/2011

EUA afirma ter matado integrantes do Taleban responsáveis pela queda do helicóptero americano

Comandante responsável pelas forças americanas no Afeganistão, o general John Allen informou nessa quarta-feira (10) que os integrantes do grupo terrorista Taleban que causaram a queda do helicóptero americano na semana passada, a qual resultou na morte de 30 soldados americanos, foram mortos. De acordo com a informação prestada pelo general, os militares dos EUA conseguiram descobrir para onde os atiradores fugiram e os mataram na segunda-feira (08).

Na divulgação do comunicado oficial pela Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), a entidade informa que um dos atingidos foi o líder do Taleban, Mullah Mohibullah, e o integrante do grupo responsável pelo tiroteio contra o helicóptero americano. Entre os militares mortos com a queda estavam integrantes das forças especiais Navy Seals, grupo responsável pela operação que conseguiu matar Osama Bin Laden. O helicóptero foi derrubado na sexta-feira e depois de terem reivindicado o ataque, um dos representantes do Taleban informou que a equipe americana foi atraída para uma armadilha.

Quando a informação da morte dos soldados americanos foi divulgada, a imagem da presença dos EUA na guerra contra o Afeganistão ficou ainda mais desgastada dentro do país. O episódio rendeu o maior número de morte em um único acidente desde o início da guerra, há 10 anos.

O presidente dos EUA, Barack Obama, estava na Base Aérea de Dover quando os restos mortais dos soldados chegaram ao país. Até o momento, não foram identificadas as identidades daqueles que morreram com a queda do helicóptero e os militares deram início a uma investigação sobre o caso.