Publicado em: terça-feira, 05/08/2014

Estudo revela que características físicas podem influenciar a primeira impressão

Estudo revela que características físicas podem influenciar a primeira impressãoHá tempos o Facebook deixou de ser só mais uma simples rede de relacionamentos, o perfil de uma pessoa e principalmente a foto pode dizer muito sobre ela e ajudar tanto na vida pessoal quanto na profissional. Enquanto se navega de perfil em perfil, o comum é sempre pré-julgar pela aparência de pessoas em que nunca houve contato antes, mas agora tudo se justifica após uma pesquisa em que foi calculado matematicamente como as características físicas podem influenciar a primeira impressão.

Cientistas britânicos analisaram cerca de mil fotos e relataram que algumas mudanças nas dimensões de um rosto podem ser responsáveis por transmitir uma imagem mais confiável, de liderança ou até mesmo chamar atenção e ser atrativo. De acordo com os resultados do estudo que foram publicados na revista científica PNAS (Procedimentos da Academia de Ciências), eles podem ser imprescindíveis para que as pessoas possam ser guiadas a escolher fotos adequadas para cada tipo de situação.

Dados matemáticos

O cientista especialista em neurociência da Universidade de York, Tom Hartley, conta que esse tipo de estudo não é novidade, mas dessa vez, o trabalho usa dados matemáticos para detalhar melhor os fatos. Hartley traz uma reflexão baseado no fato que: Se as pessoas tiram suas primeiras impressões apenas em olhar para o rosto de alguém, o que no rosto dessa pessoa daria essa impressão? Pode-se medir com exatidão? Ele também avalia que em um mundo onde as redes sociais hoje são predominantes, as primeiras impressões positivas acabam se tornando cada vez mais importantes. Por esse motivo, a forma de aplicar modelo número nas fotos em que as pessoas usam na internet, influenciam em seu poder comercial. Afim de que alcançassem este resultado, os pesquisadores mostraram cada uma das mil fotos de rostos que foram recolhidas da internet de em média seis pessoas distintas, que analisaram e consideraram pelo menos 16 características, entre elas, confiabilidade e inteligência.