Publicado em: quinta-feira, 23/01/2014

Estudo revela que até 2017 Facebook deve perder cerca de 80% dos usuários

Facebook deve perder cerca de 80% dos usuáriosSegundo a Universidade Princeton, as relações epidemiológicas são comuns com as redes sociais. De acordo com eles, uma correlação, matematicamente falando, entre a recuperação e expansão de infecções dos doentes com o abandono das plataformas Facebook e MySpace.

Após o modelo ser aplicado, os pesquisadores afirmam que, por exemplo, a rede social mais usada hoje, o Facebook, terá uma queda nos anos seguintes, podendo perder até cerca de 80% dos seus usuários a partir do ano que vem até 2017.

Com o intuito de validar a ideia, os engenheiros consideram os dados de buscas com o a palavra “MySpace” no Google e fizeram uma relação com o tempo que a rede social tem de vida. Em 2008, o site chegou a marca de 76 milhões de visitantes mensais, porém, no ano de 2011 ele ficou na escuridão dos usuários.

A aplicação da hipótese epidemiológica é real, segundo os autores, já que normalmente as pessoas que usam redes sociais trocam de uma para outra por causa da influência de amigos, do mesmo jeito que o contato causa o contágio de doenças entre as pessoas. Já o abandono das redes é o contrário, pois as pessoas perdem o interesse conforme os conhecidos e amigos deixam de participar da rede.

O estudo ainda afirmou que o Facebook já chegou no topo da sua popularidade, mas que agora está na fase de queda, pois a busca pela rede caiu muito desde 2012.

Esta não é a primeira vez que padrões epidemiológicos são aplicados para entender questões que vão além das doenças. Anteriormente, estudos fizeram a correlação entre modelos de contágio com o desaparecimento de ideias.