Publicado em: sexta-feira, 30/05/2014

Estudo revela que 87% dos brasileiros se arrependem de ter começado a fumar

Estudo revela que 87% dos brasileiros se arrependem de ter começado a fumarUm estudo realizado em 20 países do mundo revela que os brasileiros são os que mais se arrependem ter começado a fumar, na América Latina o índice do Brasil foi o maior registrado, dos 1.830 participantes dentre as cidade de Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo, 87% dos participantes declararam que estão arrependidos de ter iniciado o consumo de cigarro.

Os resultados da pesquisa devem ser apresentados ainda nesta sexta-feira em Brasília por entidades que incluem o Instituto nacional do Câncer, esses dados estão dispostos em um relatório internacional que faz parte de um projeto onde são feitas avaliações sobre controle do tabagismo.

No Brasil 85% dos entrevistados foram do sexo masculino e 89% do sexo feminino, que declaram que estão arrependidos de terem começado a fumar, tirando a média desses números o brasil ficou com um número de 87% das pessoas que não gostam do fato de terem adquirido o vício.

O número atingido no Brasil é o maior que foi alcançado dentre os três países que integram a América Latina, e é seguido pelo México onde 74% dos entrevistados dizem se arrepender do consumo de cigarro e o Uruguai apareceu na última posição, onde 66% das pessoas demonstram descontentamento pelo consumo do cigarro.

Quando levado em consideração o universo geral da pesquisa, que são os 20 países, a maior população arrependida de ter iniciado no vício do cigarro está na Tailândia, onde 96% dos homens entrevistados demonstraram estar descontentes por ter começado a fumar, na Tailândia não foram colhidos dados para o sexo feminino.

Segundo a contadora Maria Aparecida Rezende, hoje com 55 anos de idade, na época em que ela começou a fumar, com 18 anos, fumar era algo que estava na moda e todas as pessoas fumavam, atualmente Maria diz que se arrepende de ter começado a fumar, já que segundo ela as consequências do vício são sentidas em sua pele, dentes e também no seu condicionamento físico durante a prática de exercícios físicos, já que a contadora diz que sempre fica muito cansada quando está na academia.

Maria aparecida quer fazer uma lipoaspiração, porém para a realização do procedimento o cirurgião disse para a contadora que ela precisa parar de fumar, Maria então está livre do vício há 20 dias e declara que desta vez ela consegue abandonar de vez o cigarro.