Publicado em: sexta-feira, 26/09/2014

Estudo mostra a estabilidade em taxa de desemprego na Região Metropolitana de Salvador

Estudo mostra a estabilidade em taxa de desemprego na Região Metropolitana de SalvadorEste mês a taxa de desemprego da Região Metropolitana de Salvador (RMS) se manteve estável, ao passar de 18% para 18,1% da População Economicamente Ativa (PEA), assim como foi em julho deste ano. Todas as informações partiram da Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED), feita pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI/Seplan). Segundo a pesquisa, o levantamento feito de desempregados foi estimado em 335 mil pessoas, 1000 a menos que no mês anterior.

Em agosto, a taxa de participação, demonstra a proporção de pessoas com 10 anos ou mais inseridas no mercado de trabalho como ocupadas ou desempregadas, diminuindo 0,7 pontos percentuais. Os temporários diminuem 1,2% em agosto, indo de 1.532 mil para 1.513 mil pessoas. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população ocupada estão no grupo das pessoas que tem um patrão, eu exploravam seu próprio negócio e os que trabalhavam sem remuneração para ajudar os membros da família.

Setores econômicos

De acordo com a pesquisa, em meio aos principais setores de atividade econômica analisados, houve uma redução no número de ocupados na construção com 3,3%, no comércio. Já a ocupação se manteve estável no seguimento de serviços e indústria de transformação. Para os casos de inserção ocupacional, a quantidade de trabalhadores assalariados chegou a 2% no mês de agosto. No setor privado a redução foi de 2,3% e no setor público de 2,1%. O levantamento realizado também apontou um aumento no número de empregados domésticos de 3,3% e uma redução na quantidade de trabalhadores no agregado. Em outras posições, como empregados, trabalhadores familiares e donos de negócio familiar, entre outros, subiu 1,5% e grande parte dos trabalhadores autônomos se manteve estável.