Publicado em: sexta-feira, 28/10/2011

Estudantes do colégio Christus recebem ofensas pelo Twitter

As redes sociais podem servir para as mais diversas coisas, inclusive serem “armas” nas mãos alguns. Os estudantes do Colégio Christus, estão sofrendo com a polêmica prova do Enem que aconteceu neste final de semana. O suposto vazamento de questões do exame aos alunos do colégio repercutiu de tal forma, que os estudantes receberam muitas mensagens negativas pelo Twitter sobre o caso, sugerindo que eles tinham contado com as questões antecipadamente.

A advogada e pedagoga Íris Gadêlha, mãe de uma aluna da instituição, afirma que os filhos estão “sofrendo bullying virtual”. Os estudantes têm recebido mensagens ofensivas desde terça-feira pelas redes sociais. Também foi através de uma rede social que o caso ganhou repercussão nacional.

Um estudante de outra escola cearense colocou imagens no Facebook da apostila que teria sido distribuída aos alunos do Christus. As imagens mostravam questões semelhantes aquelas que estavam na prova do Enem no final de semana. No dia seguinte as publicações, o Ministério da Educação acionou a Polícia Federal. Assim, o exame foi cancelado para os 639 alunos do colégio que fizeram a prova.

O aluno que colocou as fotos não imaginava que elas tomariam tamanha repercussão, afirmando que se expôs demais. Com isso, decidiu retirar as imagens de seu Facebook. Na quarta-feira, o MEC disse que procurou pelas informações sobre o caso em todas as redes sociais antes de decidir cancelar a prova para os estudantes do Colégio Christus.