Publicado em: terça-feira, 29/04/2014

Estudante de nutrição denuncia abuso durante festa realizada por veteranos da Unesp

Estudante de nutrição denuncia estupro durante festa realizada por veteranos da UnespUma estudante que ingressou no curso de nutrição da Universidade Estadual Paulista denunciou ter sido estuprada em uma festa que foi organizada por veteranos do curso de medicina da instituição, segundo a estudante ela foi obrigada a ir para a comemoração, após ter aceitado a carona oferecida por alguns alunos.

Durante o trajeto a garota foi informada de que não seria levada para casa e sim para a festa que estava sendo realizada, chegando no local a jovem fez ingestão de variadas bebidas alcoólicas e foi estuprada por um dos estudantes, por estar muito embriagada no momento do estupro a moça não soube fazer a identificação do agressor.

A menina foi encaminhada ao Instituto Médico Legal, para realizar exame de corpo de delito e exames que comprovem a violência sexual, a polícia civil agora espera pelos resultados desses exames para instaurar um inquérito para investigação do caso.

Este não é o primeiro caso que ocorre em festas organizadas por estudantes da instituição, existe na internet um blog no qual é revelada a violência que ocorre no decorrer dessas comemorações que são organizadas e realizadas geralmente em repúblicas onde os estudantes residem, uma estudante que não se identificou expôs nesse blog que moças são obrigadas a aceitar caronas oferecidas por veteranos, além disso após serem levadas para a festa essas são obrigadas a ingerir bebidas alcoólicas em grande quantidade e depois os veteranos obrigam essas garotas a manter relações sexuais com eles.

Caso a estudante abordada por esses alunos se negue em fazer algo que está sendo pedido, esta é excluída ao longo da realização do curso, não tendo relações sociais com integrantes da Universidade, de acordo com outras denúncias as meninas que são encaminhadas para essas festas são ameaçadas pelos veteranos para que realizem o que eles mandam, em um caso meninas foram obrigadas a simular uma situação sexual sob a condição de que se caso não fizessem a cena elas teriam suas cabeças mergulhadas em vasos sanitários.