Publicado em: quinta-feira, 06/10/2011

Estados Unidos ameaça cortar financiamento a Unesco por questão palestina

Os Estados Unidos fizeram uma ameaça nesta quinta-feira (06) de ordem econômica contra a Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) para pressionar a ONU a não reconhecer o Estado Palestino como membro da Organização. A secretária de Estado do país, Hillary Clinton, defendeu que o governo norte-americano poderá cortar o financiamento da Unesco caso a entidade defenda o reconhecimento do território como nação própria.

A Autoridade Nacional Palestina (ANP) fez o pedido à Unesco na última quarta-feira (05), quando o Conselho de Segurança aprovou uma medida que exige 40 votos favoráveis entre os 58 possíveis. A previsão é que o pedido seja aprovado ou rejeitado na Conferência Geral da Unesco até o final deste mês. Uma das possibilidades caso o pedido seja aceito é que a Palestina poderá pedir reconhecimento de patrimônios mundiais da humanidade em locais atualmente ocupados por Israel.

Na quarta-feira (05), os Estados Unidos e Israel já haviam criticado o Comitê Executivo da Unesco por ter sido favorável à adesão do Estado Palestino. O principal conflito que a Palestina enfrenta hoje é com Israel, pois as negociações de paz estão paralisadas enquanto ambos os governos não entrarem em um acordo de condições prévias para voltarem a conversar.

A secretária de Estado dos Estados Unidos defende que é incompreensível a Unesco ter tomado um posicionamento enquanto o Conselho de Segurança da ONU ainda não divulgou o resultado da análise. Para ela, é necessário esperar que o Conselho se pronuncie primeiro antes de tomar outras decisões.