Publicado em: sexta-feira, 09/03/2012

Esposa teria entregue Bin Laden aos EUA

O ex-terrorista Osama Bin Laden teria sido entregue para os Estados Unidos devido a um complô feito com uma de suas primeiras esposas. Esta tese faz parte de uma investigação do general paquistanês reformado Shaukat Qadir, que passou oito meses investigando o caso. A mulher teria delatado Bin Laden por sentir ciúme da esposa mais nova do terrorista, que chegou a mansão onde eles moravam no ano passado.

Qadir conseguiu entrar na casa em que o ex-líder do grupo extremista morava devido a suas relações com o alto escalão das Forças Armadas. O general de brigada reformado também conseguiu conversar com as esposas de Bin Laden, que estão presas depois que a operação norte-americana exterminou o terrorista. Bin Laden teria sido vítima de um complô, que fez uso de uma de suas esposas para saber seus rastros.

Filho mais velho teria desconfiado

Bin Laden, as duas esposas, Amal e Seehan, e vários de seus filhos, incluindo o mais vellho, Khalid, se instalaram na mansão em Abbottabad em 2005. Em 2011, Jairia, a outra esposa, com quem o terrorista se casou nos anos 1980, chegou para morar com eles. Ela passou vários meses refugiada em uma casa no Irã, e, pouco tempo antes da morte de Bin Laden, Jairia chegou a mansão onde o terrorista foi morto.

De acordo com Qadir, o filho mais velho Khalid estava desconfiado da mulher, e sempre que tinha oportunidade perguntava o que ela queria com seu pai. O governo dos Estados Unidos, por sua vez, desmentiu que tenha acontecido um complô, e que chegou até o terrorista usando seus próprios meios. Qadir ri do caso, e afirma que é como o assassinato de John Kennedy.