Publicado em: terça-feira, 11/06/2013

Espanha encara Irlanda como preparativo para Copa das Confederações

Espanha encara Irlanda como preparativo para Copa das ConfederaçõesA atual campeã do mundo, a seleção espanhola não apresentou grande futebol no sábado passado, quando venceu Haiti por 2 a 1 apertado. A torcida não ficou convencida, mas apóia o grupo. A base da seleção é formada, na maioria, por jogadores do Barcelona e Real Madrid, o que dá status de supertime. Não por menos, afinal, boa parte do plantel foi campeão em 2010. Hoje, às 21h, Vicente Del Bosque tem a última chance para corrigir suas valiosas peças e assegurar que as jóias catalãs e madrilenhas possam brilhar tanto quanto na última Copa do Mundo. O amistoso contra a Irlanda será em Nova York.

O adversário não é qualquer um. Apesar de não ser uma superpotência, a Irlanda tem prestígio no futebol europeu. O país revelou grandes nomes do futebol, como o atacante Robbie Keane – ex-Manchester United por muitos anos e 59 gols pela seleção. Em 1990, os irlandeses chegaram às quartas de final e foram eliminados pela Itália. Em 2010, o gol de mão de Thierry Henry tirou o país das eliminatórias pra Copa e classificou os franceses.

Para esse jogo, Victor Valdés deverá entrar como titular e, portanto, fica a dúvida se Ilker Casillas inicia no banco no primeiro jogo da Copa das Confederações, contra a seleção do Uruguai, no domingo (16), na Arena Pernambuco. Vale lembrar que Del Bosque já testou goleiros contra o Haiti. Na ocasião, Casillas havia iniciado como titular e foi substituído no decorrer da partida por Pepe Reyna. Sobretudo, os três defensores são de classe mundial e a Espanha sobra em campo.

No ataque, Villa e Fábregas. Fernando Torres, que não é mais o El niño há muitos anos, ainda é uma boa opção para o ataque, assim como Soldado. Estes dois últimos deverão ser opções para entrar no segundo tempo.