Publicado em: quarta-feira, 09/04/2014

Escritor García Márquez recebe alta

Escritor García Márquez recebe altaO escritor colombiano Gabriel García Márquez está se recuperando de um problema no pulmão. Ele ficou hospitalizado desde o dia 31 de março e deixou a instituição hospitalar nesta terça-feira, dia 8 de abril. García Márquez está com 87 anos de idade e apresenta um quadro de saúde delicado.

García Márquez mora na Cidade do México. As informações foram repassadas à imprensa pela relações públicas do Instituto Nacional de Ciências Médicas e Nutrição Salvador Zubirán. Outra mensagem é de que o escritor estará sob vigilância médica para que a infecção pulmonar não retorne.

O escritor foi para casa em uma ambulância. Somente no dia 3 de abril, a notícia de que García Márquez estava internado foi divulgada. O diagnóstico era de infecção pulmonar e vias urinárias, além de desidratação. Ao saber da grande repercussão que sua saúde está tendo na mídia mundial, o escritor disse que os jornalistas devem trabalhar em algo mais útil.

No dia 6 de março, o Nobel de Literatura, fez sua última aparição ao público por conta de entrevistas com jornalistas sobre o seu aniversário. Mas, ele não deu uma palavra à imprensa apesar de ter sido simpático e tirado várias fotos. Há alguns anos ele vem limitando as aparições por causa da saúde. Gabriel García Márquez escreveu a famosa obra intitulada “Cem anos de solidão”.

As obras do escritor são as mais vendidas em língua espanhola atrás apenas da Bíblia. Junto a Tom Wolf e Norman Mailer, Gabriel García Márquez foi um dos primeiros a escrever no gênero literatura de não-ficção mais tarde denominado de Novo Jornalismo.

Nascido na Colômbia, o autor escolheu a Cidade do México para fixar residência. Isso aconteceu há cerca de trinta anos. Ele é um dos escritores mais populares desde o século XVII, quando quem dominava a cena literária na língua espanhola era Miguel de Cervantes, autor de “Dom Quixote”. A literatura de García Márquez ganhou tamanha notoriedade que pode ser comparada ao sucesso de escritores como Charlens Dickens e Mark Twain.