Publicado em: sexta-feira, 20/07/2012

Escolha para vice de Romney tem questionário com perguntas pessoais

O candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, Mitt Romney, não quer errar na escolha de seu vice. Por este motivo, seus auxiliares estão passando horas assistindo vídeos em que aparecem os candidatos em debates, programas de televisão e discursos em comícios. Romney quer sabe como os candidatos se saem em perguntas não esperadas e, até mesmo, de cunho agressivo.

Os possíveis candidatos devem responder a um questionário do partido Republicano que traz aproximadamente 80 perguntas bem específicas e com aspectos pessoais e financeiros. Dentre os questionamentos estão, por exemplo, perguntas sobre a fidelidade do candidato (Você já foi infiel?). Os auxiliares também querem saber se o candidato possui uma fala irritante ou convidativa.

Vasculhando detalhes

Romney não poupou em vasculhas os detalhes de cada candidato para não cometer erros com a futura nomeação. Os conselheiros e amigos do candidato republicano afirmam que, após fazer uma avaliação das qualidades básicas dos candidatos a vice, Romney não quer que o escolhido lhe atrapalhe nas eleições. A escolha do vice poderá ser anunciada nesta semana ou ainda quando Romney retornar de sua viagem, na primeira semana de agosto.

Nos vários jantares feitos para arrecadar fundos para a campanha, o candidato republicano deu algumas dicas de como deverá ser seu vice. Romney declarou que ele deve ter a capacidade de encarar o trabalho logo no primeiro dia, não ter constrangimento quando for apresentado pela primeira vez e poder ser considerado como um amigo.