Publicado em: quarta-feira, 13/03/2013

Escolha do novo Papa: segunda votação ainda não elegeu novo pontífice

Escolha do novo Papa: segunda votação ainda não elegeu novo pontíficeHá mais de cinco mil jornalistas de todo o mundo acompanhando a votação para escolha do novo representante máximo da Igreja Católica. Eles deverão ficar de plantão por mais este dia na frente da Capela Sistina, no Vaticano, esperando nova votação, pois já saiu na manhã dessa quarta-feira (13) a segunda ‘fumaça preta’, indicando que ainda não há um novo para a ser apresentado.

Nesta tarde estão marcadas mais duas votações, após o almoço dos 115 cardeais. A primeira reunião do dia secreta dos cardeais aconteceu por volta das 11h40 da manhã (7h40 no horário de Brasília). A nova reunião está marcada para 19h no Vaticano, 15h no horário brasileiro.

São necessários mais de 77 dos 115 votos possíveis para um novo papa seja eleito. O mesmo aconteceu há oito anos, quando foi eleito o Papa Bento XVI, no segundo dia de conclave na primeira votação da tarde.

Novo papa

Esta nova eleição está sendo realizada por causa da renuncia do papa Bento XVI, anunciada em fevereiro de 2013. O caso foi algo inusitado e inédito para a Igreja que teve de organizar esta nova eleição às pressas. Os motivos da renuncia ainda não são muito claros, o que se sabe é que estes oito anos de papado foram marcados por crises e divisões dentro da Igreja Católica, graças aos escândalos cada vez mais contundentes dos casos de pedofilia envolvendo padres em diversos países e a expansão de religiões concorrentes.

Entre os favoritos para ocupar este difícil cargo tem um brasileiro, é o cardeal Dom Odilo Pedro Scherer, cogitado pela imprensa e por analistas, como um dos favoritos para ser o novo Papa. Além dele, há o italiano Angelo Scola que também vem sendo citado como possível sucessor. Contudo, não há um favorito absoluto, por isso, a eleição deve ser apertada. Segundo especialistas, esta votação pode durar até cinco dias.