Publicado em: quarta-feira, 25/01/2012

Erva Mate pode conter propriedades para destruir células de câncer

Um estudo recente da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, indica que as células cancerígenas do câncer de cólon morrem ao ficar expostas a um número de compostos bioativos presentes na erva mate.

“Os derivados da cafeína presentes no mate não apenas induzem a morte de células cancerígenas do cólon, como também reduzem processos inflamatórios”, explica Elvira de Mejia, professora de química e toxicologia alimentar. A inflamação é a responsável por acelerar os passos da progressão do câncer.

No estudo, os cientistas purificaram e depois trataram células cancerígenas do cólon humano com ácidos cafeoilquínios (ACQ), derivados da erva mate. Conforme a concentração de ACQ aumentava, mais as células morriam por apoptose.

“Falando de maneira simples, a célula cancerígena se autodestrói porque seu DNA é danificado”, afirma Elvira. A professora também explica que a habilidade de induzir a morte celular é uma tática que tem dado certo em intervenções terapêuticas em vários tipos de câncer.