Publicado em: quarta-feira, 18/01/2012

Equipes de busca do Costa Concordia suspendem operações

As equipes de resgate que vem realizando operações de busca por passageiros do navio Costa Concordia, que trombou contra rochas na última sexta-feira (13) e naufragou, suspenderam as atividades na embarcação depois que sensores registraram movimentação. Os sensores estão acoplados ao navio e identificaram movimentos na manhã desta quarta-feira (18). Ao mesmo tempo em que os dispositivos registraram tal informação, os bombeiros que trabalham no local não perceberam qualquer deslocamento.

De acordo com o comandante da guarda costeira Filippo Marini, “como uma medida de prevenção, nós paramos as operações nesta manhã, para verificar os dados dos nossos detectores, e entender se houve realmente uma movimentação, e se houve uma, quão grande é”. Os oficiais esperam poder voltar ao trabalho de busca o mais rápido possível, mas não há previsão de quando serão liberados novamente. Na terça-feira (17) foram encontrados mais cinco corpos de vítimas do acidente. Com isso, o número de vítimas fatais subiu para 11.

Na quarta-feira, autoridades italianas divulgaram uma lista com 28 nomes de pessoas desaparecidas, mas estão inclusas as referências aos últimos seis corpos que foram encontrados desde segunda-feira (12), pois a identificação dos mesmos ainda não foi concluída. No total, contudo, a quantidade de desaparecidos é 22 passageiros.

Os bombeiros também não podem chegar perto do navio porque a guarda costeira teme que ele escorregue e fique nas profundezas do mar Tirreno. Autoridades ainda querem perfurar o casco do Costa Concordia para retirar os tanques de combustível e evitar um possível vazamento que resultaria em um desastre ambiental.