Publicado em: quinta-feira, 13/11/2014

Enfermeira do Mali que contraiu vírus do ebola morreu na noite desta terça-feira na capital Bemako

Enfermeira do Mali que contraiu vírus do ebola morreu na noite desta terça-feira na capital BemakoO Mali registra mais uma vítima infectada pelo ebola, desta vez uma enfermeira de 25 anos perdeu sua vida, por complicações da doença, a profissional de enfermagem morreu na noite desta terça-feira na capital Bemako, segundo informações passadas pelo próprio Governo.

Segundo informações do comunicado emitido pelo Governo, todas as medidas para que as pessoas que entraram em contato com a enfermeira, foram tomados. Este é o segundo caso registrado do Mali, o primeiro foi de uma menina de dois anos, que também perdeu sua vida em decorrência da infecção pelo vírus do ebola.

De acordo com informações o caso da enfermeira que esteve em uma clínica particular, na capital Bemako, não tem qualquer relação com o caso da menina de dois anos que também foi vítima do ebola, a menina vinha da Guiné e sua morte foi registrada no mês passado.

Segundo informações a enfermeira prestou cuidados a um cidadão que era vindo de Guiné, este paciente também morreu em decorrência de complicações pela infecção pelo ebola, essas informações foram divulgadas por um encarregado da clínica Pasteur, que fica localizada na capital Bemako, onde a enfermeira também faleceu, segundo o encarregado a enfermeira também passou por exames, onde os resultados confirmaram que ela morreu em decorrência da infecção pelo vírus do ebola.

Desde que a epidemia de ebola se instaurou na Guiné, Libéria e também Serra Leoa, o número de mortos registrados passam 4 mil, segundo informações de levantamentos realizados pela Organização Mundial da Saúde, porém há indícios que dão conta de que esse número pode ser ainda maior já que famílias podem ter optado por enterrar seus falecidos em decorrência da doença, em segredo para que os ritos do funeral não sofressem intervenções.