Publicado em: quinta-feira, 26/01/2012

Enem 2012: Ministério Público pede que Inep entregue cadernos de pré-teste

O Ministério Público Federal do Ceará enviou um pedido ao Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) nesta quarta-feira (25) para que os cadernos de provas aplicados no pré-teste do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) sejam entregues à Justiça. O objetivo é analisar se a questões que vazaram aos candidatos inscritos pelo Colégio Christus sejam superior a 14 questões.

O pedido indica que o Inep, responsável pela aplicação do exame, entregue o material solicitado em até 72 horas após o pedido ser aceito pela Justiça. “Isso explica como ocorreu o vazamento”, disse o procurador autor da ação, da República no Ceará, Oscar Costa Filho.

De acordo com Costa Filho, a ação foi enviada porque o relatório da Polícia Federal indica que forma superexcita que o banco de dados utilizado para a produção do Enem foi exclusivamente o caderno de pré-teste, aplicado em 2010 no Colégio Christus. “Isso está no relatório da Polícia Federal e isso está favorecendo a fraude. Quem tem acesso ao pré-teste, tem acesso à prova”.

“32 cadernos foram aplicados. Porque vazou? Porque pegaram dois cadernos”, comentou o procurador. Para ele, mais candidatos podem ter tido acesso ao material. “O colégio Christus disponibilizou os cadernos 3 e 7, nos quais coincidiram 14 questões. Nada me garante que eles não pegaram todos”, afirma.