Publicado em: sexta-feira, 28/10/2011

Enem 2011 – MPF-CE quer anular questões que vazaram ou toda a prova nacionalmente

Nesta quinta-feira (27), o Ministério Público Federal do Ceará (MPF-CE) decidiu entrar com uma ação civil pública para pedir a anulação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em todo território brasileiro ou ainda que as 14 questões que foram vazadas pelo Colégio Christus, de Fortaleza, sejam anuladas.

A ação, que foi encaminha pelo procurado federal do Ceará, Oscar Costa Filho, ainda consta o pedido que o Ministério da Educação (MEC) suspenda a medida que determina que os 639 candidatos do colégio Christus tenham que refazer a prova. O pedido foi protocolado na Justiça Federal do Ceará. “Esses 639 competem igualmente com candidatos de todo o país, independente da base territorial. Essas seriam as formas de manter a isonomia entre todos os alunos do Brasil”, comentou o Costa Filho.

Na opinião do procurador “querem resolver de forma local um problema nacional. Essa decisão [de anular as provas dos estudantes do Christus não podia ser pior. É uma decisão que reconhece a quebra de isonomia e aumenta ainda mais a gravidade da isonomia”, indica.

Ele ainda comentou que o diretores do colégio acusado teria dito que outros estudantes do cursinho oferecido pela escola também receberam acesso a apostila que continha as questões copiadas do pré-teste do Enem, aplicado na escola em outubro do ano passado. O procurador ainda avaliou que a escol não sabe dizer quais e quantos estudantes do cursinho fizeram uso do material.