Publicado em: segunda-feira, 24/10/2011

Enem 2011 – Inep investiga fraude da prova

Nesta segunda-feira (24), o Inep afirmou que foi aberta uma investigação para apontar possíveis erros que permitiram o vazamento do tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio 2011. Possíveis erros permitiram que o repórter do jornal O Globo fraudasse o Exame. O jornalista Lauro Neto divulgou o tema na internet, às 13h59 de domingo.

O jornalista realizou a prova e divulgou no site do jornal. “Bateu vontade de ir ao banheiro. Como não havia nenhum fiscal por perto, decidi testar a segurança da prova e mandei um SMS para a equipe de reportagem do GLOBO com o tema da redação: ‘Viver em rede no século XXI: os limites entre o público e o privado’. (…) Deu tempo até de mandar outro torpedo com os títulos e autores dos textos da coletânea”.
Lauro Neto também testou a fiscalização do Exame de outras formas. Além de usar o celular, ele também compareceu ao local de prova com boné, óculos escuros, caneta não transparente, lápis e borracha. Todos os itens são proibidos e desclassificatórios.

A assessoria de comunicação do Inep informou que os coordenadores da prova foram chamados para avaliar o que teria acontecido. Segundo o Instituto, não houve vazamento algum ou prejuízo aos demais candidatos. Isso porque a prova teria permanecido em sigilo total até seu início, às 13h de domingo.