Publicado em: quinta-feira, 03/11/2011

Enem 2011 – Governo vai recorrer a anulação de questões

A Advocacia Geral da União (AGU) comentou nesta terça-feira (1) que o governo federal vai recorrer da decisão da Justiça Federal do Ceará que anulou as 13 questões do Exame nacional do Ensino Médio (Enem) que foram vazadas para os alunos do Colégio Christus, em Fortaleza.

Segundo a assessoria de imprensa AGU, na quinta-feira (3), o Ministério deve entrar com um protocolo de pedido de recurso no Tribunal Regional Federal da 5ª Região, no Recife. O documento foi criado demonstrando a posição do Ministério sobre manter as questões e ainda pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisa Anísio Teixeira (Inep), responsável pela aplicação da prova.

“O Ministério da Educação e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) informam que mantém a disposição de recorrer da sentença do juiz da 1ª Vara Federal, Luiz Praxedes Vieira da Silva, ao Tribunal Regional Federal da 5ª Região, em Recife. A decisão foi tomada pelo ministro Fernando Haddad e pela presidente do Inep, Malvina Tuttman, tão logo tomaram ciência da decisão judicial de Fortaleza”, diz a nota.

Para o MEC, o problema das questões antecipada não passa de um problema pontual aonde a melhor solução seria alunar somente a prova dos 639 candidatos inscritos pelo Colégio Christus ou ainda somente as 13 questões destes alunos que tiveram acesso anterior a prova.

No mesmo dia, o Ministério da Educação enviou uma nota aonde confirma que irá recorrer da decisão. No Twitter oficial, afirmou que a informação que circula da internet aonde o MEC estaria desistindo de recorrer da decisão é falsa.