Publicado em: quinta-feira, 18/08/2011

Enem 2011: Cada candidato irá custar R$ 45 aos cofres públicos

De acordo com informações repassadas nesta quarta-feira (17) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) cada aluno que prestará o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) este ano irá custar individualmente aos cofres públicos R$ 45.

Em 2011 a prova conta com cerca de 5,4 milhões de candidatos já estão aptos para fazer a prova que será aplicada entre os dias 22 e 23 de outubro em várias cidades do país. Calculando o número de inscritos e o valor de cada aluno o governo federal deverá ficar em R$ 238, 5 milhões.

Segundo a autarquia do Ministério da Educação (MEC) estes custos serão usados para cobrir os contratos feitos com a Fundação Universidade de Brasília/Cespe e com a Cesgranrio, que serão responsáveis pela aplicação das provas por todo o país. Também o contrato com os Correios e com a gráfica responsável pela impressão dos cadernos de prova. Desse valor também está incluído um valor de R$ 8 milhões que deve ser repassado para as secretarias de segurança estaduais e para as Forças Armadas, que serão encarregados pela segurança nos locais onde o ENEM será aplicado.

O Inep ainda disse que este ano as provas terão um processo mais avançado do que as dos anos anteriores, devido ao grupo de operações logísticas que o Instituto conseguiu montar que pretende garantir a segurança em cada etapa do exame, desde a impressão até a aplicação das provas. Disse ainda que mais de 400 mil pessoas estão trabalhando para o Enem 2011.