Publicado em: segunda-feira, 16/01/2012

Empresa que produziria boneco ultrarrealista de Steve Jobs cancela vendas

A empresa In Icons divulgou um comunicado oficial informando que vai parar a produção e cancelar a venda do boneco ultrarrealista do co-fundador da Apple, Steve Jobs, que faleceu em 5 de outubro de 2011. A empresa havia divulgado que estava produzindo o boneco e disponibilizou um canal de pré-vendas, sendo que muitos consumidores já haviam comprado um exemplar pela internet. A In Icons afirmou que todos vão ser reembolsados.

O texto foi publicado na página oficial da empresa na internet e o criador do boneco defende que não acredita ter ultrapassado alguma barreira legal na intenção de comercializar o produto semelhante ao ícone da Apple. Contudo, o criador reconheceu que vinha recebendo muita pressão dos advogados da Apple e também da família de Jobs, sendo que tanto a empresa quanto os familiares eram contra a produção do boneco. No caso da Apple, existia também a possibilidade de o boneco vir acompanhado de algum dos produtos da empresa.

O boneco ganhou destaca na mídia por ser incrivelmente parecido com o Jobs real. As características mais marcantes do executivo, como a camiseta preta, as calças jeans, os óculos, entre outros traços, faziam parte do figurino previsto para o produto. O Jobs boneco também seria vendido acompanhado de duas maçãs: uma com a mordida e a outra não.

Anteriormente, outra empresa havia tentado comercializar um boneco de Jobs no mercado, mas foi obrigada a retirar o produto das prateleiras por conta de ações judiciais da Apple. Nesse caso, o produto chegou a ser lançado.