Publicado em: terça-feira, 22/04/2014

Empresa de transporte coletivo de São Paulo tem 25 ônibus coletivos incendiados

Empresa de transporte coletivo de São Paulo tem 25 ônibus coletivos incendiadosA empresa de transporte coletivo Urubupungá que se localiza em Osasco foi vítima de um incêndio em 25 ônibus de sua frota na madrugada desta terça-feira, segundo testemunhas que estavam presentes no local homens foram vistos cercando seguranças da garagem de ônibus rendendo-os enquanto os demais jogavam gasolina nos coletivos.

O corpo de Bombeiros recebeu a ocorrência do Incêndio e já a 1h da madrugada estava no local do incidente para controlar as chamas, a polícia militar foi comunicada e esteve no local da ocorrência para colher maiores informações e possíveis vestígios deixados pelos responsáveis pelo incêndio.

As informações dão conta de que não houveram feridos e que mesmo com 25 ônibus a menos as rotas não devem ser prejudicadas, já que os ônibus da viação Urubupungá atendem apenas o município de Osasco.

Em torno das 4h da madrugada de hoje os coletivos que foram sendo retirados da garagem para que estes não fossem atingidos pelo fogo e agravasse ainda mais a situação, de acordo com a empresa os serviços prosseguem normalmente nesta terça-feira, apesar do incidente.

As altas chamas atingiram casas da região e por pouco não atingiu a rede elétrica de distribuição de energia, já que a ação dos bombeiros foi rápida para que o pior fosse evitado, algumas casas foram atingidas pelo fogo, mas não houveram feridos, o corpo de bombeiros levou cerca de 1h30 para controlar totalmente as chamas.

Outras duas ocorrências foram registradas na madrugada de hoje em São Paulo, outros dois coletivos foram incendiados em protesto pela morte de um homem, de acordo com informações do Corpo de Bombeiros em nenhum dos dois registros houveram vítimas.

A incidência de incêndios a ônibus coletivos é cada vez maior em São Paulo e vem sendo investigada pela Polícia Militar, alguns coletivos foram incendiados em protesto pela falta de água na cidade e moradores ficaram revoltados porque mesmo com falta de água atingindo bairros da Capital, a tarifa aumentou por esse motivo houveram alguns coletivos queimados em forma de protesto, todos esses casos estão sendo investigados pelas autoridades competentes.